5 de out de 2010

Pare de me perguntar

Ninguém sabe a real idade do nosso planeta.
Qual seria a idade do destino? A reflexão pós-humana baseada na vivência 2005 animal lhe diria que uma barata e um Griffon sabem seu caminho na hora que nascem, humanos tendem a ser fracos, temerosos e viciados em passar papel na bunda.

Parem de me perturbar, mandar e-mail ou advogado a minha porta. Foda-se quem foi a primeira pessoa a falar sobre mim. O personagem de video game é uma história inspirada na minha, se eu quisesse divulgar teria feito um quadrinho, por que agora este é o meio mais fácil de fazer séries na globo. Eu falo na cara daqueles que falavam que o quadrinho era uma contestação política. Necro punheteiros sem talentos, observadores de micro verdades, famosos fornecedores de conhecimentos medíocres.


Carlinhos, um filho bastardo meu no momento exato que
manifestava maravilhoso poder e matava sua mãe.
Hoje vive solto no Zoo de Goiânia



Parem de me perturbar. minhas verdades virão com a mesma potência dos meus choques, mortais.

Temo pelo mundo em que estamos e os restos que vamos deixar para o futuro.
As vezes penso em me jogar na frente do metrô, mas paro quando lembro que forçarei uma pessoa a me raspar da lataria.

O sol é o maior microondas do universo.
Deixa queimar gente tem disco novo da Hivete.


Um comentário:

Leandro Correia disse...

seres humanos estão cheios de verdades mediocres ... muitobom o blog, to dando muita risada HAhahaha