23 de ago de 2009

A música, essa bobice

O rock, o pop, o funk, o hip-hop (principalmente o hip-hop), o trance, o mambo, o tango, o ghetto-tech(principalmente a pronúncia), o folk, o punk, o samba, o pagode e a música independe e a dependente são bobagens.

O mundo não é feito de sons, ninguém morre se perder a audição. Ninguém fica sem conseguir enxergar qual é o ônibus que vem ou precisa ser guiado por um cachorro porque perdeu a audição. Ninguém se envenena com pizza mofada ou mastiga a própria língua enquanto almoça pois perdeu a audição. Ninguém nada com piranhas e não se dá conta por que não escuta.

Os anos passam e nos dá prova de que a música não importa. Milhares de galinhas são mortas e fritas no mesmo dia, fora as que estão mortas há dois dias resfriadas num caminhão rumo ao seu supermercado mais próximo, mas não necessariamente o favorito.

Que acham disso? Os músicos? Eles não se importam, só querem tocar e tocar e de vez em quando aparecer pra gente, fazendo nada absoluto, fazendo piada de vocês. Artista igual pedreiro, vai lá e bate palma na frente duma obra que ao meio-dia eles param pra almoçar e te autografam você.

Charminho.

Música é completamente desnecessária.

De olho nisso a Mongoteca agilizou o material visual do Festival Garimpo desse ano, mais uma vez tendo os Alto-Falante como curadores da parada.


Também de olho nisso, a Mongoteca aproveitou e fez o desenho chamando geral pro show do Retrigger, espécie de guru sentimental da cena musical mineira, que acontece nessa quinta-feira na Velvet.



De olho no futuro essa festa celebra o lançamento do Festival do Ornitorrinco Voador.


Quem desenha e diagrama muito bem tudo isso é Francisco Vianna, designer de o que precisar e baterista do FadaRobocopTubarão, que esse ano apostou nos tons alegres e multicores para provar que não existe ponto nenhum nisso tudo.

Esse trabalho nos trouxe muitos atropelos e desassossegos, mas trouxe a oportunidade de nos reencontrar-mos como pessoas que se unem em torno da música, um nada absoluto. Só temos aqui que agradecer a quem de direito por podermos imprimir uma piroca com asa no folder e cartaz de um festival de música, essa bobagem.

Nenhum comentário: